Início > Acelera Mente > Honda Biz enfrenta Yamaha Crypton em duelo de CUBs

Honda Biz enfrenta Yamaha Crypton em duelo de CUBs

 

 

No meio de um grande engarrafamento tanto faz estar dentro de um ônibus lotado ou de um confortável automóvel. Quem nessa hora nunca pensou: “Bem que eu gostaria de estar em uma moto”. Ver aquele monte de motos passando, enquanto todos outros veículos estão parados, desperta a inveja de qualquer um.

Para quem busca fugir do trânsito, ou mesmo dar o primeiro passo no mundo das duas rodas, tem nas CUBs uma boa opção. E possibilidade de escolha não falta neste que é um dos segmentos de maior volume de vendas no mercado brasileiro, com mais de 170.000 unidades comercializadas até julho deste ano. Entre elas a Honda Biz 125, a quarta moto mais vendida do Brasil, e a Yamaha Crypton T 115, relançada neste ano pela fábrica japonesa. Ambas são da categoria CUB (Cheap Urban Bike), têm embreagem centrífuga e quatro marchas, porém as semelhanças acabam por aí.

A Honda Biz em sua última reestilização recebeu um visual mais moderno, um novo motor de 125 cm³ e o mais importante: a alimentação por injeção eletrônica. A Yamaha Crypton voltou com um visual renovado e um motor de 115 cm³, mas a alimentação ainda é feita por carburador. Para este comparativo selecionamos as duas versões topo de linha com partida elétrica e freio dianteiro a disco, item que apesar de encarecer a moto é importante para a segurança do motociclista. Ainda mais para quem está começando no mundo das duas rodas.

FICHA TÉCNICA: Honda Biz 125 +

Motor: OHC, 124,9 cm³, monocilíndrico, refrigerado a ar.
Potência máxima: 9,1 cv a 7.5000 rpm.
Torque máximo: 1,06 kgfm a 3.500 rpm.
Transmissão: Câmbio de quatro velocidades rotativo, com transmissão final por corrente.
Suspensão: Garfo telescópico  na dianteira; balança oscilante na traseira.
Freios: Disco simples de 220 mm de diâmetro (dianteiro); Tambor de 110 mm (traseiro).
Dimensões: 1.880 mm de comprimento, 726 mm de largura e 1.075 mm de altura. Entre-eixos 1.261 mm, 133 mm de altura para o solo e 755 mm de altura do assento para o solo.
Peso: 101 kg.

FICHA TÉCNICA: Crypton T 115 ED

Motor: OHC, 113,7 cm³, monocilíndrico, refrigerado a ar.
Potência máxima: 8,5 cv a 7.5000 rpm.
Torque máximo: 0,88 kgfm a 5.500 rpm.
Transmissão: Câmbio de quatro velocidades, com transmissão final por corrente.
Suspensão: Garfo telescópico  na dianteira; braço oscilante na traseira.
Freios: Disco simples de 220 mm de diâmetro (dianteiro); Tambor de 130 mm (traseiro).
Dimensões: 1.930 mm de comprimento, 675 mm de largura e 1.055 mm de altura. Entre-eixos 1.235 mm, 126 mm de altura para o solo e 755 mm de altura do assento para o solo.
Peso: 94,9 kg.

DESEMPENHO
Olhando para a ficha técnica das motos parece que vai ser um passeio da Biz (9,1 cv de potência e 1,06 kgf.m) sobre a Crypton (8,2 cv de potência e 0,88 kgf.m de torque). Porém na prática, a teoria é outra. No dia-a-dia a moto da Yamaha se mostrou mais esperta nas saídas. Como a transmissão final da Crypton é mais curta ela sai mais rápido de semáforos e logo chega a hora de engatar a última marcha. 

Na Honda, a relação final é mais longa. Contudo depois que as motos ganham velocidade os desempenhos são muito parelhos, com leve vantagem para a Honda. A quarta marcha da Biz é bastante longa e acaba sendo usada somente em vias expressas.

Se na potência os modelos não chegam a impressionar na hora de abastecer elas fazem bonito. Durante nossos testes a Biz fez 40 km/l e a Crypton 38 km/l. O tanque da Yamaha tem 4,2 litros de capacidade e a Honda, 4 litros. Apesar do motor da Honda ter maior capacidade cúbica, a alimentação por injeção eletrônica acaba refletindo em menor consumo e respostas mais rápidas do acelerador. Já o motor da Yamaha mesmo bem acertado e funcionando sem engasgos é alimentado por carburador, que tem suas limitações. Mas o consumo não é tão prejudicado, pois a nova Crypton conta com a válvula de cut-off, que interrompe o fornecimento de combustível quando o piloto para de acelerar.

EQUIPAMENTOS
Lado a lado os dois modelos são bonitos e tem o visual moderno, porém em um olhar mais minucioso as diferenças começam a aparecer. Na Crypton os principais diferenciais são o indicador de última marcha engatada no painel (Top) e o suporte da pedaleira da garupa fixado diretamente no quadro (bacalhau), o que significa mais conforto para o passageiro.

Já a Biz + (mais) é o modelo mais completo da linha e tem belas rodas de liga leve. Outro diferencial da CUB Honda na versão + é o marcador de combustível e hodômetro digitais. Porém até mesmo nesta versão mais luxuosa, a Biz traz a pedaleira da garupa fixada na balança traseira. Desta forma o passageiro precisa flexionar as pernas e acompanhar o trabalho dos amortecedores traseiros.

Outra diferença entre os modelos são as rodas traseiras. Na Crypton, as duas rodas são de 17 polegadas o que garante mais estabilidade e segurança, principalmente em vias esburacadas. Entretanto, a roda traseira maior limita o espaço embaixo do banco. Na CUB da Yamaha, o máximo que você pode carregar é sua carteira e um par de luvas.

CONHEÇA AS VERSÕES DAS MOTOS

A Biz é vendida em três versões: a KS de R$ 5.297,00 (com partida a pedal) a ES de R$ 5.854,00 (com partida elétrica) e a + R$ 6.604,00 (com partida elétrica, freio dianteiro a disco, rodas de liga leve e painel com marcador digital). A Crypton tem duas versões: a K de R$ 4.687 (com partida a pedal) e a ED de R$ 5.300 (partida elétrica e freio a disco) todas com rodas raiadas e marcadores analógicos.

Já na Honda Biz a roda dianteira é de 17 polegadas, mas a traseira é aro 14. Com isso se perde um pouco em estabilidade, mas em contrapartida o espaço embaixo do banco comporta um capacete do tipo aberto ou uma mochila. Banco que por sinal é mais largo e mais confortável que o da Crypton.

ASSINANDO O CHEQUE
Na hora de escolher a sua é preciso colocar na balança o que é mais importante para você. Se você quer mais conforto, a comodidade da injeção eletrônica, mais espaço sob o banco e costuma pegar rodovias vá de Biz. Você ainda leva o painel digital e as rodas de liga leve, mas terá de assinar um cheque de maior valor. A Honda Biz 125 + tem preço sugerido de R$ 6.604. Agora se você pretende levar garupa e pilota a maior parte do tempo dentro da cidade, escolha a nova Crypton que, nesta versão ED, sai por R$ 5.300. Com a diferença do valor pode-se comprar um bom capacete e um baú para levar sua mochila. De qualquer maneira e com qualquer uma delas você estará bem equipado para fugir do trânsito sem gastar muito.  

Por Portal UOL

Editado Por Fabio Weslley

www.aceleramente.wordpress.com

Acessem o melhor site de eventos www.seligaregiao.com.br

About these ads
  1. Gabriel '
    25/09/2010 às 16:09

    A Biz É Muito Melhor… Sem Falar No Design Muito Mais Bonito E Moderno.
    Essa Crypton É Simplesmente A CUB Mais Feia Do Mercado Ultrapassando A Scooter Lead Da Honda… Fala Sério Muito Feia Mesmo’

  2. 13/11/2010 às 22:56

    Na minha opinião a crypton é muito Mais confortavel, rodas de 17″ polegadas,
    fica pareada com a honda biz diferencia de 10cc
    crypton T115 2010 preço mais acessível do mercado, designe inovador, só uma coisa que ela ficaria melhor seria um porta capacete e contado da 1ª à 4ª Marcha
    mais fora isso
    100% a crypton
    Recomendo!

  3. cedy
    22/01/2011 às 23:02

    a cripton sem duvida da d 10 nesa bis cansada com uma perna menor q a outra cheia de barui vibra toda uma ves quase quebrei a perna numa carnisa desa carupa da bis comprei uma cripton q matou a bis a bis ja era

  4. renan
    25/01/2011 às 12:57

    !!!!!! pra todos que falaram que a cripton é melhor que a biz !!!!!!
    so tenho uuma coisa a falar vcs não entendem de nd !!!!
    Em todas as categorias a yamara so tenta mais não consegue !!!!!
    E tem otra a minha biz 125 tem porta capacete !!! que da para emprovisar
    coloco gelo !! e levo qualquer tipo de bebida as minas pira !!!! nessa fita !!
    como vou fazer isso com uma cripton sem chance !!!!

  5. 13/02/2011 às 12:27

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    pra todos que falaram que a cripton é melhor que a biz !!!!!!
    so tenho uuma coisa a falar vcs não entendem de nd !!!!
    Em todas as categorias a yamara so tenta mais não consegue !!!!!
    E tem otra a minha biz 125 tem porta capacete !!! que da para emprovisar
    coloco gelo !! e levo qualquer tipo de bebida as minas pira !!!! nessa fita !!
    como vou fazer isso com uma cripton sem chance !!!!

    QUE PIADA SÓ PELO PALAVREADO JÁ SE IDENTIFICA O CARA SEM CARÁTER !!!!

  6. Jorge
    04/05/2011 às 17:04

    Aí galera, na moral, a Honda é uma excelente marca, mas…a extorsão que ela pratica nos preços de seus produtos afasta os Clientes. Além disso, por ter tantos consumidores, as motos são mais visadas pelos ladrões. Imagina vc andando e chega um miserável e diz: “sai desgraça, kd o alarme senão vou te matar” com um canhão na sua cara. Aí deixa vc a pé e no prejuízo. Acho lindo que uma moto como a Crypton seja tão criticada e esculhambada, pois, enquanto ela for mais exclusiva fico mais tranquilo. No trânsito urbano ela anda igual, pois embora tenha um motor menor, é mais leve e tem rodas maiores. Quanto a durabilidade, a única desconfiança da minha parte é em relação a raiação das rodas. Nada que um reforço de alguns raios não resolva.

  7. HL 115
    23/07/2011 às 16:46

    Já tive duas biz uma 100cc e outro 125, também tive duas titans, uma falcon, strada, e acabei de adquirir uma crypton 115 que me deixou muito satisfeito fora o porta capacete da biz, A CRYPTON DÁ SHOW EM MACIES, CONFORTO AO GARUPA E O OTIMO DESEMPENHO DELA NUNCA MAIS QUE UMA BIZZZZZZZZ.

  8. karin gomes martins
    03/11/2011 às 19:40

    tenho uma crypton ja faz um ano, adoro ela nunca deu nenhum problema, super economica e um conforto q ñ tem nem como comparar com a Biz, sempre deixo muitas biz pra tras kkkkk
    recomendo.

  9. 08/02/2012 às 10:26

    Nao sabia q a crypton tinha mais conforto q a biz oferece. o q deixa a desejar na crypton é o bau e a traseira q é estraiinha.anda demais…até 160km a cub eh boa

  10. S.@
    16/05/2013 às 10:23

    Qual a velocidade de cada uma delas….

  11. Osvaldo
    30/03/2014 às 03:19

    É, cada um defende o seu peixe. Eu tenho uma Crypton ED 2013/2014 não tenho o que reclamar.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: