Início > Acelera Mente, Fale Conosco, motos > Yamaha XJ6F, carenada, é mais equipada e mais cara que modelo naked

Yamaha XJ6F, carenada, é mais equipada e mais cara que modelo naked

 

Mostrando que o segmento de motos de 600 cm³ é realmente a bola da vez do mercado brasileiro de motocicletas, chega às concessionárias Yamaha neste mês a XJ6F, versão com carenagem integral da naked XJ6N. Com preço sugerido de R$ 31.720 (contra os R$ 27.500 da XJ6N), a versão F traz ainda cavalete central como item de série e promete conforto para se viajar. Afinal, a carenagem proporciona proteção aerodinâmica para encarar a estrada, desviando o vento em alta velocidade e “cansando” menos o piloto. Além de ter o apelo estético, já que confere um ar mais esportivo à média cilindrada da marca japonesa.

Por baixo da roupagem, porém, a XJ6F tem exatamente a mesma base mecânica de sua irmã naked: quadro tubular em aço e motor de quatro cilindros em linha, duplo comando no cabeçote (DOHC), 16 válvulas, e arrefecimento líquido. Projetado para oferecer força em baixos e médios regimes, tem uma curva de torque bem plana que atinge seu máximo, 6,1 kgfm, a 8.500 giros. Feito para ser amigável e não esportivo, o propulsor produz 77,5 cv de potência máxima a 10.000 rpm.

XJ6F É COMPORTADA
A proposta da linha XJ6 é ser uma moto fácil de pilotar e acessível. Seu motor é comportado, sem ser lento. Oferece um desempenho adequado e previsível para quem está começando nas motos maiores. Na versão “F”, voltada para os motociclistas que buscam um modelo também para viagens, o motor consegue manter velocidade de cruzeiro — 120 km/h — sem dificuldade e também sem muitas vibrações, ponto positivo para o mototurismo.

Seus freios não são “esportivos”, ou seja, não assustam o piloto. Com disco duplo, na dianteira, e simples, na traseira, o sistema oferece frenagens eficientes e de acordo com a proposta da moto.

O desenho do banco em dois níveis garante conforto para piloto e garupa. Com assento a 78,5 cm do solo, é fácil manobrá-la e o motociclista fica bem posicionado também em função do guidão plano e ergonômico. Outro detalhe importante é que se pode ajustar o guidão em duas posições — uma delas, um pouco mais à frente, é ideal para os mais altos. Em conjunto com a carenagem integral, basta abastecer o tanque de 17,3 litros — que deve oferecer uma autonomia razoável — e pegar a estrada.

Um ponto negativo, levando-se em conta sua proposta, é a ausência de um bagageiro na moto — o motociclista terá que investir em um bagageiro, baú ou alforjes laterais. A Yamaha ainda não disponibiliza a linha de acessórios originais, porém há diversas opções de boa qualidade no mercado nacional.

VALE A PENA TER?
O motociclista que escolher a Yamaha XJ6F em vez da naked vai levar a carenagem integral e cavalete central para casa, mas vai deixar mais dinheiro na concessionária. A nova XJ6F tem preço sugerido de R$ 31.720, exatos R$ 4.220 mais cara que a XJ6N. Além de ser cerca de 10 kg mais pesada (215 kg é o peso da XJ6F em ordem de marcha).

Quer saber se vale a pena pagar mais? Se você for prático a resposta é fácil: sim, se você for viajar bastante com a moto. Não, se você vai andar na cidade diariamente e, vez ou outra, viajar de moto.

Mas como não é somente a praticidade que influencia a decisão de compra, alguns podem preferir a F pelo seu porte, outros a naked pelo visual minimalista. Por enquanto a Yamaha aposta mais na XJ6N. Segundo a fábrica, serão produzidas 200 unidades por mês da versão “pelada” contra cem da carenada.

FICHA TÉCNICA
Yamaha XJ6F

Motor: Quatro cilindros em linha, DOHC, 16 válvulas, quatro tempos, arrefecimento líquido.
Potência 77,5 cv a 10.000 rpm.
Torque 6,1 kgfm a 8.500 rpm.
Alimentação Injeção eletrônica de combustível.
Câmbio Seis marchas com transmissão final por corrente.
Suspensão Garfo telescópico convencional (dianteira) e balança monoamortecida (traseira), com 130 mm de curso.
Freios Disco duplo de 298 mm de diâmetro (dianteiro); disco de 245 mm de diâmetro (traseiro).
Quadro Tubular em aço do tipo diamante.
Dimensões 2.120 mm x 770 mm x 1.185 mm (C X L X A); 1.440 mm (entre-eixos), 785 mm (altura do assento), 140 mm (altura mínima do solo).
Tanque 17,3 litros (3,4 l de reserva).
Peso 215 kg.

Por Portal UOL

Editado Por Fabio Weslley

Equipe Acelera Mente

Anúncios
  1. 01/09/2017 às 15:11
  2. 01/11/2017 às 05:57

    Removal of tree stumps is vital to the power over another panic
    attack by honey fungus. In fact, and you also probably won’t keep
    in mind that, creating a fat probe is more important than creating a long probe.

    When they do swarm, the hive splits off into distinct colonies
    and new queens take a portion of the workers to new colonies while using old queen utilizing the majority.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: