Início > Acelera Mente, Fale Conosco, Motos importadas > Inglesa Triumph Speed Triple é um hooligan de duas rodas

Inglesa Triumph Speed Triple é um hooligan de duas rodas

 

Quando foi lançada em meados da década de 1990, a Triumph Speed Triple marcou época. Além de fazer sucesso nas telas do cinema, pilotada por Tom Cruise no Filme “Missão Impossível 2”, essa naked inglesa trazia um design ousado e o característico motor de três cilindros da fábrica de Hinckley. Seu desenho, caracterizado pelos dois faróis sem carenagem e pela rabeta curta, lembra as streefighters, as nakeds personalizadas bastante comuns na Europa. É do tipo “ame ou odeie”, mas que sem dúvida chama a atenção por onde passa.

Ao longo desses 15 anos, a Speed Triple ganhou motor maior — de 1.050 cm³ — alimentado por injeção eletrônica, MAS manteve suas principais qualidades: visual diferenciado e muita diversão para quem a pilota. Grande parte dessa diversão vem do motor tricilíndrico que é um meio-termo entre a potência exagerada dos quatro-em-linha e o enorme torque dos motores de dois cilindros.
Com 132 cv de potência máxima a 9.250 rpm e torque de 10,7 kgfm a 7.550 rpm, o propulsor com duplo comando de válvulas e refrigeração líquida instiga o piloto a acelerar. Basta girar o acelerador com vontade para sentir aquele “soco no estômago”, e também para perceber que a roda dianteira insiste em sair com facilidade do chão. No melhor estilo “hooligan” de pilotar.

Entre as 3.000 e as 8.000 rotações, o conta-giros cresce rapidamente, assim como a velocidade. Um motor bastante elástico, que com o auxílio da injeção entrega potência de uma forma amigável, porém emocionante.

BRIGADORA DE RUA
Fazendo jus ao seu desenho agressivo, a Speed Triple oferece uma posição de pilotagem quase esportiva, ressalvando o largo guidão de alumínio. Pedaleiras recuadas e peito no tanque, o motociclista fica em posição de ataque, para encarar curvas fechadas ou abertas sem medo de se divertir.

Afinal, com um chassi tubular de alumínio e menos de 1,5 metro de distância entre-eixos, essa inglesa oferece bastante precisão e segurança para contornar curvas. O conjunto de suspensões é bastante firme, com um acerto bastante “racing”. Mesmo totalmente ajustáveis, tanto o garfo telescópico invertido na dianteira como o monobraço com um conjunto mola-amortecedor foram projetados para oferecer desempenho.

Assim como o sistema de freios, que garante frenagens bastante eficientes e, em alguns momentos, até bruscas demais. Também são dois enormes discos de 320 mm mordidos por pinças Nissin de fixação radial com quatro pistões, na dianteira, e um disco simples de 220 mm com pinça Nissin de dois pistões, na traseira. O suficiente para “estancar” os 189 kg (a seco) dessa naked.

Duas belas rodas de liga-leve, calçadas com pneus radiais de perfil esportivo, completam o excelente e preciso conjunto ciclístico da Triumph Speed Triple. Conjunto que, ao lado do motor, são os pontos fortes dessa inglesa.

A Speed Triple é a companheira ideal para uma estrada sinuosa ou para serpentear entre os carros numa avenida movimentada. Não é uma moto para longas viagens. Foi feita para aquela escapada com os amigos no final de semana — até porque o espaço existente para a garupa não merece nem ser chamado de assento. Mas, se contornar curvas, acelerar e frear para valer são de seu gosto como motociclista, essa naked Triumph é uma boa pedida. Aliás, se compararmos a capacidade do motor e as especificações da Speed Triple com os dados das concorrentes, o preço de R$ 46.900 é bastante competitivo.

FICHA TÉCNICA
Triumph Speed Triple

Motor e transmissão: Três cilindros em linha, 12 válvulas, DOHC, com refrigeração líquida, capacidade cúbica de 1.050 cm³; câmbio de seis marchas e transmissão final por corrente; partida elétrica; injeção eletrônica multiponto seqüencial
Potência e torque: 132 cv a 9.250 rpm; 10,7 kgfm a 7.550 rpm
Quadro: Dupla trave superior tubular em alumínio
Suspensão: dianteira com garfo telescópico invertido Showa com 43 mm de diâmetro totalmente ajustável com 120 mm de curso; traseira com monobraço com um conjunto mola amortecedor Showa totalmente ajustável com 134 mm de curso
Freios: dianteiro com disco duplo de 320 mm de diâmetro e pinça de fixação radial Nissin com quatro pistões; traseiro com disco de 220 mm de diâmetro e pinça Nissin de dois pistões
Pneus: dianteiro 120/70 ZR 17; traseiro: 180/55 ZR 17
Dimensões: 2.115 mm (comprimento) x 780 mm (largura) x 1.250 mm (altura); 1.429 mm de entre-eixos e 815 mm de altura do assento
Tanque de combustível: 18 litros
Peso seco: 189 Kg
Preço: R$ 46.900

 

Por Portal UOL

Editado Por Fabio Weslley

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: