Início > Acelera Mente, Fale Conosco, Yamaha > Yamaha X-Max 250 acelera em Gênova

Yamaha X-Max 250 acelera em Gênova

 

Modelo passa por uma reestilização e é posta à prova nas estradas italianas

Gênova/Itália – O que se espera de uma scooter? Dependendo de como se leva a vida, uma moto dessas deve ser no mínimo confortável, ágil no trânsito, segura e estável ao lidar com as curvas e frenagens. Em suma, uma scooter é, hoje em dia, bastante útil para cobrir a jornada diária casa/escritório sem stress. Fácil de dirigir, ela também pode ser utilizada para ir às compras nos finais de semana, e até para realizar viagens. 

A fabricante Yamaha pensou justamente nisso quando resolveu colocar um “X” e criar a  X-Max, em 2005. Na Itália, mais de 5 mil pessoas a escolheram. Depois de cinco anos, a Yamaha decidiu que era hora de dar uma “refrescada” na X-Max. E lançou esta nova versão, que já pode ser encontrada nas concessionárias por 4.690 euros, cerca de R$ 12 mil.

Seguindo o ditado ” em time que está ganhando não se mexe “, a fabricante resolveu não mudar muito o estilo da X-Max. Pelo contrário. Reforçou ainda mais aqueles que eram seus pontos fortes. O motor de 250 cc é mais que suficiente para enfrentar todo o tipo de estrada. O peso e as características do propulsor resultam em um bom desempenho, consumo de combustível e custos de manutenção. O guidão parece ter uma maior rigidez para o prazer de condução.

Em termos de suspensão, o modelo aparece com duplo amortecedor traseiro regulável. As rodas são de 15 polegadas na dianteira e 14 polegadas na traseira, enquanto na dianteira, o freio é a disco.

Assim que se andam os primeiros quilômetros com a X-Max 250 é possível perceber a boa ergonomia da moto, que faz com que o condutor se sinta imediatamente à vontade. Os comandos do guidão são lineares e bem espaçados. O quadro de instrumentos também é excelente e muito legível em todas as condições. De início, o motor chega a fazer um mínimo de vibração,  porém se mostra pronto para disparar assim que o acelerador é acionado.  A resposta é pronta e a aceleração é progressiva, sem rasgos ou brechas, permitindo superar os limites impostos nas placas da cidade de Genebra. Os espelhos oferecem uma excelente visibilidade e são facilmente posicionados e não vibram.

Fora do tráfego a  X-Max se comporta igualmente bem. É como andar de bicicleta motorizada. Com ausência quase total de vibração, é possível  viajar por vários quilômetros sem se cansar.

Por Portal UOL

Editado Por Fabio Weslley

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: